Aperte o Play! 00:00/00:00

VER MÚSICAS VER MÚSICAS

CONTATO

O TABLADO

Av. Lineu de Paula Machado, 795, Lagoa, CEP 22470-040, Rio de Janeiro, RJ

+5521 2294-7847

+5521 2259-7857

secretariatablado@globo.com

 

Horário de atendimento:

segunda à sexta: 14:30 - 19:30 e às terças também pela manhã: 9:00h às 10:30h

O Tablado

Julia Carrera

Atriz e Produtora Cultural

 

Atua na área de produção cultural em artes cênicas no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília desde 1999, assumindo as funções de idealização, elaboração e realização de projetos de teatro, festivais, cursos e séries em audiovisual, enquadramento em leis (Rouanet, Ancine, Proac, Lei Mendonça, ICMS e ISS Rio) e editais culturais, captação de recursos, coordenação e execução de produção, controller financeiro e prestação de contas.
Atualmente é administradora do TEATRO TABLADO, Rio de Janeiro.
Ocupa a função de PREPARADORA DE ELENCO/COACH DE ATORES, atuando nas novelas ALÉM DO HORIZONTE, EM FAMÍLIA e no telefilme DIDI E O SEGREDO DOS ANJOS, além de dar assistências a agências de casting.
Como professora de teatro ministrou aulas na Escola Sarah Dawsey (Rio) por 04 anos, para mais de 700 alunos, além de oficinas em festivais e mostras de teatro. Foi professora assistente no teatro O Tablado entre 1997 e 2001. É professora de atuação para crianças, adolescentes e adultos na Academia Janaina Soares (Barra).

 

FORMAÇÃO ACADÊMICA
Em março de 2015 iniciou o curso de Mestrado em Poéticas da Cena na Escola de Comunicação da UFRJ, com o projeto THÉÀTRE DU SOLEIL – O Cinema no Teatro e o Teatro no Cinema, Uma Aventura Contemporânea.

 (1998-2002) Comunicação Social /Publicidade e Propaganda na UFRJ
 (2002) Estágio de Teatro no Théâtre du Soleil/ Paris-FR
 (2001-2002) Interpretação na CAL/ Casa das Artes de Laranjeiras
 (1995-2003) Interpretação e Produção no Teatro Tablado

 

Seus principais projetos são:
 DESAPARECIDA (2014/2015), texto e direção de Alessandra Vannucci, inspirada no Diário de Prisão de Judith Malina e no Living Theatre, em cartaz no Centro Cultural da Justiça Federal (RJ)
 A CIGARRA E A FORMIGA (2013), de Denise Crispum e direção de Isser Korik, com Noemi Gerbelli; no Teatro Amil (Campinas) e no Teatro Folha/SP (Coordenação de Produção/ CONTEÚDO TEATRAL)
 MINHA PRIMEIRA VEZ (2013), de Ken Davenport e direção de Isser Korik, atualmente em cartaz no Teatro Folha; vista por mais de 16.000 pessoas (Coordenação de Produção/ CONTEÚDO TEATRAL)
 TPM KATRINA (2012), texto e direção de Paulo Coronato, turnê pelo interior de São Paulo e Minas Gerais, Teatro Silvio Romero (São Paulo), Teatro Vannucci/ Shopping da Gávea (RJ), dividindo o palco com Fernando Caruso (Coordenação de Produção e Interpretação)
 THÉÂTRE DU SOLEIL NO RIO DE JANEIRO (2011), integrante da equipe de produção da turnê no Rio de Janeiro, coordenando as áreas de comunicação, vendas, administração da temporada e produção geral das Oficinas e Palestras ministradas por Ariane Mnouchkine e atores da companhia.
 CYRANO DE BERGERAC (2011) de Edmond Rostand e direção de João Fonseca, nos CCBB Rio, CCBB Brasília e CCBB São Paulo (Coordenação de Produção e Interpretação)
 THE NORMAN CONQUESTS (2011) de Sir Alan Ayckbourn e direção de Isser Korik, no Teatro Folha (SP) e Campinas (Interpretação)
 TEMPO DE COMÉDIA (2010), de Sir Alan Ayckbourn e direção de Eliana Fonseca. Estreou no Teatro Popular do Sesi em São Paulo e cumpriu temporada no CCBB DF, em Campinas, Teatro Cleyde Yáconis (SP) e Teatro Ginástico (RJ), contabilizou 42.000 espectadores em 10 meses de temporada. (Coordenação de Produção e Interpretação)
 CAFÉ! (2009) de Carlo Goldoni e direção de Alessandra Vannucci, no Sesc Casa da Gávea (Coordenação de Produção e Interpretação)
 FESTA DE FAMÍLIA (2009) de Thomas Vinterberg e direção de Bruce Gomlevsky, no CCBB Rio (Coordenação de Produção e Interpretação)
 POR UMA VIDA UM POUCO MENOS ORDINÁRIA (2009) de Daniela Pereira de Carvalho e direção de Gilberto Gawronski, Teatro Parlapatões (SP) e Festival de Recife
 RENATO RUSSO (2006-2008) de Daniela Pereira de Carvalho e direção de Mauro Mendonça Filho, com Bruce Gomlevsky. Passou por 28 cidades, vista por mais de 150.000 pessoas (Direção de Produção)
 I MASCARADA DO RIO (2007-2008) com A COMÉDIA DE ARLEQUIM & MIRANDOLINA de Roberto Innocente, estreou nas ruas do centro e no Arpoador (RJ) (Coordenação de Produção e Interpretação)
 MACBETH (2007) de William Shakespeare e direção de Moacir Chaves, Teatro Maria Clara Machado /Planetário (Interpretáção)
 LÍNGUAS ESTRANHAS (2006) de Andrew Bovell e direção de Bruce Gomlevsky, Sesc Copacabana, indicada ao Prêmio Eletrobrás, e Festival de Teatro de Curitiba 2007. (Coordenação de Produção e Interpretação)
 OVO FRITO (2005-2008) de Fernando Bonassi e direção Moacir Chaves, Teatro Ziembinsky, Teatro Laura Alvim, Teatro Maria Clara Machado, Festival de Inverno Sesc, Macaé, Angra dos Reis, Campos e Festival de Teatro de Porto Alegre 2007. (Coordenação de Produção e Interpretação)
 AVALANCHE (2003/2004) de David Rabe e direção de Ivan Sugahara, Teatro Laura Alvim e Sesc Belenzinho SP. (Coordenação de Produção e Interpretação)
 LEMBRAR É RESISTIR (2002) de Ivan Jaff e direção de Nelson Xavier, espetáculo interativo sobre a ditadura militar nas celas do DOPS RJ/ Longa-Metragem Homônimo ainda inédito (Interpretação)
 MUNDO PÂNICO (2001) texto e direção de Roberto Alvim, estreou na Bunker (RJ) e fez temporada no Teatro Sérgio Porto (Coordenação de Produção e Interpretação)
 TODA DONZELA TEM UM PAI QUE É UMA FERA (2000) de Glaucio Gil e direção de Marcius Melhem, Teatro Vannucci (Coordenação de Produção e Interpretação)
 A BRUXINHA QUE ERA BOA (1999) de Maria Clara Machado e direção de Cacá Mourthé, Teatro Tablado (Coordenação de Produção e Interpretação)

 

TELEVISÃO
 (2014) Zorra Total
 (2013) Encontros com Fátima Bernardes/ Participação
 (2012) Avenida Brasil/ Participação
 (2009) Caminho das Índias/ Obra completa
 (2006/2007) Páginas da Vida/ Obra Completa
 (2005) Da Cor do Pecado/ Participação
 (1996) Perdidos de Amor/ Obra Completa